Edital para Fomento do Patrimônio Cultural Imaterial de Grupos de Imigração

EditalPNPI2013_cartaz_grafica

Estão abertas as inscrições para propostas de Apoio e Fomento ao Patrimônio Cultural Imaterial de Grupos de Imigração. A iniciativa é uma das ações do Programa Nacional do Patrimônio Imaterial (PNPI) instituído pelo governo federal em 2000.

Serão selecionados projetos de apoio a manifestações e práticas culturais de grupos de imigração formadores da sociedade brasileira, que contemplem, no mínimo, uma das seguintes atividades: mapeamento, pesquisa, produção bibliográfica e audiovisual, ações educativas, formação, capacitação, transmissão de saberes, apoio à organização e à mobilização comunitária e promoção da utilização sustentável dos recursos naturais.

Os projetos deverão ser apresentados por Instituições Públicas Estaduais, Municipais ou Privadas sem fins lucrativos. Os interessados deverão incluir proposta no SICONV, no período de 02 de abril a 09 de junho de 2013.

Consulte o Edital disponível no sítio eletrônico do IPHAN – www.iphan.gov.br

Informações complementares poderão ser obtidas pelos telefones (61) 2024-5431/32/39 ou email: cgsg@iphan.gov.br.

 

fonte: ASCOM

Anúncios

Iphan abre inscrições para processo seletivo do Mestrado Profissional em Preservação do Patrimônio Cultural

Pep

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional lançou o Edital de Seleção do Mestrado Profissional em Preservação do Patrimônio Cultural do IPHAN (PEP/MP/IPHAN) – 2013, que oferece 20 bolsas de estudos.

O Mestrado Profissional destina-se a formar, durante 24 meses, profissionais graduados em diversas áreas de conhecimento para atuarem no campo da preservação do patrimônio cultural. O curso associa as práticas de preservação nas unidades da Instituição, distribuídas no território nacional, ao aprendizado teórico-metodológico e à pesquisa.

As inscrições estão abertas até o dia 30 de abril de 2013 e o início das atividades dos candidatos selecionados será dia 01 de agosto de 2013, conforme determinações do Edital do PEP/MP/IPHAN, disponível no Portal do IPHAN: www.iphan.gov.br.

Fonte: Ascom – Copedoc

Novo edital do IPHAN apoiará projetos voltados à cultura afrodescendente

Folder crespial brasil_corrigido_2

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) lança edital com a finalidade de apoiar manifestações e práticas culturais relativas ao patrimônio imaterial de populações afrodescendentes. Os projetos deverão envolver ações de mapeamento, pesquisa, produção bibliográfica e audiovisual; ações educativas, formação, capacitação e transmissão de saberes; apoio à organização e à mobilização comunitária, à promoção da utilização sustentável dos recursos naturais, entre outras que se relacionem ao universo da música, canto e dança e contribuam para a continuidade da existência de bens culturais imateriais e/ou para a gestão participativa e autônoma da preservação de práticas tradicionais referenciais de comunidades afrodescendentes no território brasileiro.

A realização do Projeto de Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial relacionado à música, canto e dança de comunidades afrodescendentes localizadas no território brasileiro integra a participação do Estado brasileiro no âmbito do projeto Salvaguarda do patrimônio cultural imaterial relacionado à música, canto e dança de comunidades afrodescendentes na América Latina, proposto pelo Centro Regional para a Salvaguarda do Patrimônio Imaterial da América Latina (CRESPIAL), Centro de referência 2 da UNESCO, do qual participam 13 países da América Latina e Caribe, comprometidos com a execução de experiências‐piloto de salvaguarda do patrimônio cultural imaterial afrodescendente em suas abrangências nacionais.

Consulte o edital no portal do Iphan: www.iphan.gov.br

Para outros esclarecimentos, os interessados podem procurar o Departamento de Patrimônio Imaterial (DPI/IPHAN) enviando e-mail para Desirée Tozi (desiree.tozi@iphan.gov.br) ou para Paulo Peters (paulo.peters@iphan.gov.br).

Mais informações para imprensa:
Assessoria de Comunicação IPHAN
comunicacao@iphan.gov.br
Adélia Soares – adelia.soares@iphan.gov.br
Mécia Menescal – mecia.menescal@iphan.gov.br
(61) 2024-5526 / 2024-5527

Oficinas de Educação Patrimonial e aplicação do Jogo do Patrimônio

Confira a galeria de fotos das Oficinas de Educação Patrimonial realizadas nos dias 6 e 7 de fevereiro em Antonina.

As oficinas fazem parte de uma parceria entre o Iphan/PR e o Núcleo Regional de Educação / SEED e contaram com a aplicação do Jogo do Patrimônio, baseado nos princípios do RPG (Role-Playing Game), que mistura estratégia e imaginação. Nele, os jogadores interpretam personagens que vivem em uma cidade imaginária prestes a ser tombada.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Oficinas debatem cidadania e preservação do patrimônio cultural em Antonina

Antonina

Antonina

Educadores da rede pública de ensino de Antonina, município do litoral do Paraná, irão participar durante o mês de fevereiro de oficinas de Educação Patrimonial. O objetivo é conhecer melhor o processo de tombamento histórico do município e quais os direitos e deveres de quem vive, estuda ou trabalha nas áreas tombadas. O centro histórico da cidade e o complexo das Indústrias Reunidas Francisco Matarazzo (IRFM) foram tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em janeiro de 2012.

As oficinas irão acontecer nos dias 06 e 07 de fevereiro, das 9h às 18h. Além de discutirem sobre noções e ferramentas de Preservação do Patrimônio Cultural, os participantes das oficinas também irão conhecer o Jogo do Patrimônio, uma forma lúdica de aplicação dos conceitos aprendidos. Este jogo é baseado nos princípios do RPG (Role-Playing Game), que mistura estratégia e imaginação. Nele, os jogadores interpretam personagens que vivem em uma cidade imaginária prestes a ser tombada.

As oficinas fazem parte de uma parceria entre o Iphan/PR e o Núcleo Regional de Educação / SEED. Segundo a responsável pelo setor de Educação Patrimonial, Lia Ono, ações como essas são fundamentais para refletir com a comunidade escolar e os moradores de Antonina os sentidos de se preservar e valorizar os centros históricos de nossas cidades. E como essas ações estão relacionadas com a construção da memória coletiva e fortalecimento de nossas identidades, assim como podem ser vetor de desenvolvimento para as cidades.“As oficinas de fevereiro são direcionadas a educadores da rede pública estadual,mas já estamos programando outras oficinas para gestores do município e moradores interessados. Assim vamos formando aos poucos uma rede de cooperação para a preservação do nosso patrimônio cultural”, finaliza.

Serviço

Oficinas de Educação Patrimonial e aplicação do Jogo do Patrimônio
para professores da rede pública de ensino de Antonina-PR
40 vagas

Datas e locais:
06/02, das 9h às 18h: Oficina para as Escolas Brasílio Machado e Rocha Pombo
Local: Anfiteatro da Escola Brasílio Machado

07/02, das 9h às 18h: Oficina para a Escola Moisés Lupion
Local: Auditório da Escola Moisés Lupion

Mais informações: Iphan/PR – (41) 3264-7971

Oficinas de educação patrimonial no Programa Mais Educação

A Superintendência do Iphan no Paraná irá promover, durante os meses de fevereiro e março, oficinas para educadores da rede pública de ensino de Paranaguá com base nas pesquisas sobre o patrimônio cultural local. A ideia é sensibilizar os educadores para a formação de agentes multiplicadores do enfoque Educação – Patrimônio. As oficinas têm como objetivo proporcionar a reflexão sobre noções de patrimônio cultural, identificar patrimônios do litoral paranaense, debater sobre formas de preservação e sugerir ações educativas a serem trabalhadas no dia a dia escolar.

mais_educacao_pgua_2

Com esse conhecimento, os próprios professores, na volta às aulas, podem estimular seus alunos a realizarem a identificação e o registro do que eles próprios consideram como um bem cultural da região onde vivem, construindo uma noção ampla e compartilhada do que é o patrimônio cultural. Após esse trabalho, as escolas que se interessarem podem desenvolver atividades na linha de Educação Patrimonial através do Programa Mais Educação.

O objetivo do Mais Educação é incentivar e dar apoio para as escolas realizarem inventários do patrimônio cultural local. Assim, os alunos poderão produzir vídeos, fotos, áudios e textos sobre a história da cidade onde vivem, suas vivências, festas, celebrações e demais manifestações culturais.

Em Paranaguá, serão organizados 3 encontros, com 8 horas de duração cada. Os dois primeiros acontecerão nos dias 19 e 21 de fevereiro, em parceria com a Secretaria Estadual de Educação. Uma terceira oficina acontecerá de 19 a 21 de março (data a confirmar) voltada para alunos da FAFIPAR. As vagas são limitadas.

Serviço

Oficinas de Educação Patrimonial – Programa Mais Educação
Data: 19 e 21 de fevereiro
Local: Auditório do Núcleo Regional de Educação – Paranaguá

Mais informações: Iphan /Paraná – (41) 3264.7971

Continuar lendo

Oficina na Cinemateca ensina sobre preservação de acervos

Confira a galeria de imagens da Oficina de Preservação Cinematográfica, organizada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Paraná, com o apoio do Curso de História – Memória e Imagem da UFPR e da Cinemateca de Curitiba, que aconteceu nos dias 29 e 30 de novembro.

Oficina ensina sobre a importância da preservação de acervos cinematográficos

Nos dias 29 e 30 de novembro acontece, em Curitiba, a Oficina de Preservação Cinematográfica, organizada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Paraná, com o apoio do Curso de História – Memória e Imagem da UFPR e da Cinemateca de Curitiba. Ministrada por Maria Fernanda C. Coelho, a oficina tem como objetivos fornecer instrumentos conceituais e técnicos iniciais para as práticas de preservação e gestão de acervos cinematográficos e audiovisuais.

A partir do entendimento de que imagens em movimento e registros sonoros também são documentos e fontes importantes para o desenvolvimento de pesquisas em diversos campos do conhecimento, os organizadores esperam conscientizar os participantes para a importância da preservação de acervos cinematográficos e documentos audiovisuaise contribuir para a formação de agentes culturais quepossamatuar na área.

Horários:

29 de novembro – quinta-feira – 09h30 às 17h00 (com intervalo entre 12h30 e 14h00), na Reitoria da UFPR (Rua Dr. Faivre, 405, 4º andar, sala 405 – Ed. D. Pedro II)

30 de novembro – sexta-feira – 09h30 às 12h30, na Cinemateca de Curitiba (Rua Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco)

Mais informações: 3264-7971 – Educação Patrimonial

Continuar lendo

Antonina recebe oficinas de Educação Patrimonial

Nos dias 10 e 24 de novembro, os educadores da rede pública de Antonina irão participar de oficinas de Educação Patrimonial oferecidas pela Superintendência do Iphan no Paraná. Os encontros têm como objetivo a reflexão, o debate e a construção de uma noção compartilhada de patrimônio cultural.

O centro histórico da cidade e o complexo das Indústrias Reunidas Francisco Matarazzo (IRFM), em Antonia, foram tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em janeiro desse ano. A cidade é o terceiro centro histórico tombado em nível federal no Paraná. Os outros dois são a Lapa, cujo centro histórico foi tombado em 1998, seguida de Paranaguá, com tombamento foi anunciado em 2009.

Para abrir as atividades das oficinas, no dia 17 de outubro, o superintendente do Iphan no Paraná, José La Pastina Filho ministrou a palestra O que é Patrimônio Cultural?. “Patrimônio é aquilo que, em um determinado momento, entende-se que é importante para representar aquelas pessoas ou aquele lugar. Só se preserva aquilo que a comunidade exige que seja reconhecido como parte da sua identidade”, explicou La Pastina.

Durante as oficinas, além de discutir as formas e instrumentos de proteção e preservação desse patrimônio e recolher sugestões de como introduzir a temática do patrimônio nas escolas, será apresentado aos educadores do município o Jogo do Patrimônio. Este jogo é baseado nos princípios do RPG (Role-Playing Game, Jogo de Interpretação de Personagem) que mistura estratégia e imaginação. Nele, os jogadores interpretam diferentes personagens e superam desafios de acordo com as regras descritas por um narrador.

O Jogo do Patrimônio se passa em uma cidade imaginária em processo de tombamento. Os personagens devem, então, participar ativamente do processo, escolhendo qual a área a ser tombada e defendendo a importância de sua preservação para a história do município. Após as oficinas, o material poderá ser cedido por até cinco anos às escolas interessadas no desenvolvimento de atividades de educação patrimonial.

O superintendente do Iphan no Paraná, José La Pastina Filho ministrando a palestra O que é Patrimônio Cultural?

 

Oficinas de Educação Patrimonial em Antonina
Data: 10 e 24 de novembro
Horário: período integral – manhã e tarde
Local: Colégio Estadual Brasílio Machado, Antonina/PR

Mais informações: (41) 3264-7971

 

 

 

Oficinas de Pêssankas entram na reta final

Acontecem, em novembro, as últimas edições das oficinas do projeto Pêssanka: ovos escritos, expressão da cultura ucraniana no Brasil. Nos dias 10 e 11 de novembro, as oficinas serão em Linha Vitória, no município de Cruz Machado. Já nos dias 15 e 16 serão realizadas as últimas oficinas, na Colônia Fluviópolis, no município de São Mateus do Sul, ambos no Paraná.

Oficina de Pêssankas

Oficina de Pêssankas

Ao todo, 23 comunidades do Paraná e de Santa Catarina participaram do projeto, que foi selecionado no edital PNPI 2011 do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). O projeto teve como objetivo pesquisar, registrar e difundir o conhecimento sobre essa arte, tão tradicional nas comunidades ucranianas rurais do Paraná e de Santa Catarina.

Além das oficinas, também foram realizadas ao longo do projeto palestras sobre o desenvolvimento do turismo e a continuidade da arte da pêssanka nas comunidades. Ao final das oficinas, os alunos estão deixando uma das pêssankas feitas para o futuro museu ucraniano, que está sendo planejado nas dependências do Centro de Eventos São Basílio Magno em União da Vitória.

Mais informações: www.culturaucraniana.com.br