Encontro marca encerramento da exposição fotográfica na Ilha do Mel

Um grande encontro irá marcar o encerramento da exposição fotográfica que retrata a pesca artesanal da tainha na Ilha do Mel. A exposição ficou aberta para visitação na Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres entre os meses de setembro e dezembro. O trabalho faz parte do Inventário Nacional de Referência Culturais (INRC) do Município de Paranaguá.

 

Para documentar o ofício dos pescadores que acampam na Praia do Miguel, em Encantadas, a Superintendência do Iphan no Paraná contratou uma equipe de pesquisadores e documentaristas. Além do registro escrito e de observações de campo, a pesquisa foi retratada pelo olhar de quatro fotógrafos.

O evento acontece no dia 12 de dezembro. O barco que levará os participantes sairá de Encantadas às 13h30. As vagas são limitadas.

Mais informações: 3264-7971

A Lapa sob a mira dos fotógrafos

Acontece, no próximo dia 3 de novembro, o encerramento do Cerco Poético da Lapa. Durante o dia, ruas, praça e monumentos serão invadidos por um batalhão de câmeras e lentes apontadas para o centro histórico. A cidade, dessa vez, será refém de novos olhares, que vão capturar a beleza e a história lapeana e imortalizá-las em uma exposição que será realizada, durante a noite, nas paredes externas da Igreja Matriz.

O Cerco Poético teve início no dia 23 de setembro, com a exposição fotográfica Lapa – Cerco Poético, organizada pelo Iphan e pela Portfólio Escola de Fotografia. A mostra levou à cidade os disparos de 12 fotógrafos: Adriano Bassani, Cleber Yamaguchi, Danilo Caldas, Fabiano Rocha, Heloisa Domingues, Irene da Silva, Johann Stollmeier, Kristiane Foltran, Lu Barbosa, Melanie d’Haese, Nilo Biazzetto Neto e Sergio Silvestri.

Para encerrar os trabalhos, será realizada a Palestra Liberdade Fotográfica, com o coordenador do evento Nilo Biazzetto Neto, no Teatro São João. O evento é gratuito, aberto ao público e as vagas são limitadas. Logo após a palestra, os participantes serão convidados a fazer uma caminhada pela cidade, captando sob a ótica da liberdade e da poesia o que entendem como patrimônio cultural.

Cerco Poético

Palestra Liberdade Fotográfica + Caminhada Fotográfica

Data: 3 de novembro – sábado
Local: Teatro São João – Praça General Carneiro N.º 189
Mais informações: Portifolio – Escola de Fotografia (41) 3252-2540

Cerco poético abre a Primavera nos Museus na Lapa

A Casa Lacerda, palco de uma das mais importantes passagens da história do Paraná, abrirá suas portas no dia 23 de setembro para o início do Cerco Poético da Lapa. O evento é uma alusão ao cerco histórico que a cidade sofreu durante a Revolução Federalista de 1894 e aos vários cercos que sofremos todos os dias de nossas vidas, como os do imaginário, por exemplo. Desta vez, as armas usadas serão a fotografia, a música e a poesia.

Os trabalhos serão abertos com a exposição fotográfica Lapa – Cerco Poético, organizada pelo Iphan e pela Portfólio Escola de Fotografia. A mostra traz os disparos de 12 fotógrafos (Adriano Bassani, Cleber Yamaguchi, Danilo Caldas, Fabiano Rocha, Heloisa Domingues, Irene da Silva, Johann Stollmeier, Kristiane Foltran, Lu Barbosa, Melanie d’Haese, Nilo Biazzetto Neto e Sergio Silvestri) que caminharam com suas câmeras em punho pelas ruas da cidade e agora revelam múltiplos olhares sobre o patrimônio cultural.

Continuar lendo

Exposição fotográfica retrata a pesca artesanal na Ilha do Mel

A pesca artesanal da tainha na Ilha do Mel sob o olhar de quatro fotógrafos: Flávio Rogério Rocha, Gesline Braga, Ricardo Machado e Leandro Souza. Esse é o tema da exposição que vai abrir, no dia 25 de setembro, a 6° Primavera dos Museus na Ilha do Mel, em Paranaguá. Para desenvolver os trabalhos, no inverno de 2011, uma equipe de pesquisadores e documentaristas contratada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Paraná (Iphan/PR) realizou um trabalho de identificação e documentação desse ofício junto aos pescadores de tainha que acampam na Praia do Miguel, em Encantadas.

Exposição fotográfica retrata a pesca artesanal na Ilha do Mel

 

O projeto está inserido em uma ação institucional mais ampla, o Inventário Nacional de Referência Culturais (INRC) do Município de Paranaguá. A metodologia do INRC visa identificar, descrever, documentar e sistematizar em arquivos de consulta pública o chamado patrimônio imaterial da região, como celebrações, saberes, modos de fazer, ofícios, entre outros.

Continuar lendo