“Os fotógrafos são eternos guardadores”, confessou-me Nego Miranda do outro lado do e-mail. O colóquio enveredava sobre o tema de sua recente exposição que retrata os moradores da Ilha do Mel, intitulada “O povo da Ilha”. As imagens, feitas na década de 80, ainda no processo analógico, retratam homens e mulheres que nasceram ou escolheram a Ilha como moradia. A intenção inicial, segundo o autor, era guardá-las, e a ideia de expô-las veio à tona por sugestão de sua esposa.

A exposição, que estará disponível na Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres, fortificação histórica administrada pelo Iphan, pode ser vista como um resgate e um reencontro. Resgate de pessoas, modos de vida, saberes e, principalmente, de histórias. Causos que recolocam os indivíduos naquele outro modo de vida entocado no passado. Histórias que serão rememoradas. Um reencontro do fotógrafo e sua memória do local, dos moradores e das memórias ali retratadas.

“O fotógrafo persegue imagens, ideias, ângulos, técnicas e outras coisas mais”, segundo Nego Miranda. O fotógrafo persegue também a amálgama entre o presente fugidio e o passado, uma espécie de fusão impossível. A exposição permanece na Fortaleza do dia 12 de novembro a 03 de dezembro. No dia 12, Nego Miranda ministrará uma oficina acerca da fotografia documental, na qual discorrerá sobre suas experiências sobre o tema. A oficina oferecerá 20 vagas, que serão preenchidas por ordem de chegada.

 

SERVIÇO:

Ilha do Mel

Exposição: de 12/11 a 03/12/2016

Endereço: Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres – espaço de exposições administrado pelo Iphan

Oficina no dia 12/11 – das 10h às12h30. Inscrições no local por ordem de chegada – 20 vagas.

Mais informações:

Estéfano Lessa – assessoria de imprensa

Fone: 41 91968775

Email: estefanolessa@gmail.com

Anúncios

Sobre Iphan/PR

Há mais de 60 anos, o Iphan vem realizando um trabalho permanente de identificação, documentação, proteção e promoção do patrimônio cultural brasileiro. A 10ª Coordenação Regional, atual Superintendência Estadual do Iphan em Curitiba, surgiu a partir da evolução do Escritório Técnico do Paraná, criado em 1984 e subordinado até 1990 à 9ª CR.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s