Clubes Sociais Negros no Mês da Consciência Negra

A Secretaria de Cultura do Estado do Paraná celebra o Mês da Consciência Negra com eventos comemorativos, de discussão e de reflexão.

Iniciada no dia 17 de novembro, a programação conta com apresentações da Congada da Lapa nos jardins do Museu Paranaense, mesas-redondas de discussão, palestras, shows e a abertura da exposição fotográfica “Negros no Paraná”.

No dia 22 de novembro, uma mesa-redonda irá debater a situação dos Clubes Sociais Negros do Paraná. O evento contará com a presença de representantes dos clubes, mediadores e representantes do Iphan, que abordarão o processo de Registro desses clubes como Patrimônio Cultural Brasileiro de natureza imaterial.

Veja a programação e participe inscrevendo-se pelo e-mail: mp.acaocultural@seec.pr.gov.br . A inscrição é gratuita, mas as vagas são limitadas.

divulgacao3-5

“Os fotógrafos são eternos guardadores”, confessou-me Nego Miranda do outro lado do e-mail. O colóquio enveredava sobre o tema de sua recente exposição que retrata os moradores da Ilha do Mel, intitulada “O povo da Ilha”. As imagens, feitas na década de 80, ainda no processo analógico, retratam homens e mulheres que nasceram ou escolheram a Ilha como moradia. A intenção inicial, segundo o autor, era guardá-las, e a ideia de expô-las veio à tona por sugestão de sua esposa.

A exposição, que estará disponível na Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres, fortificação histórica administrada pelo Iphan, pode ser vista como um resgate e um reencontro. Resgate de pessoas, modos de vida, saberes e, principalmente, de histórias. Causos que recolocam os indivíduos naquele outro modo de vida entocado no passado. Histórias que serão rememoradas. Um reencontro do fotógrafo e sua memória do local, dos moradores e das memórias ali retratadas.

“O fotógrafo persegue imagens, ideias, ângulos, técnicas e outras coisas mais”, segundo Nego Miranda. O fotógrafo persegue também a amálgama entre o presente fugidio e o passado, uma espécie de fusão impossível. A exposição permanece na Fortaleza do dia 12 de novembro a 03 de dezembro. No dia 12, Nego Miranda ministrará uma oficina acerca da fotografia documental, na qual discorrerá sobre suas experiências sobre o tema. A oficina oferecerá 20 vagas, que serão preenchidas por ordem de chegada.

 

SERVIÇO:

Ilha do Mel

Exposição: de 12/11 a 03/12/2016

Endereço: Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres – espaço de exposições administrado pelo Iphan

Oficina no dia 12/11 – das 10h às12h30. Inscrições no local por ordem de chegada – 20 vagas.

Mais informações:

Estéfano Lessa – assessoria de imprensa

Fone: 41 91968775

Email: estefanolessa@gmail.com

Patrimônio Cultural e Território

A Superintendente do Instituto Histórico e Artístico Nacional no estado de Minas Gerais – Iphan/MG, Sra. Célia Corsino, estará em Curitiba para palestrar sobre Patrimônio Cultural e Território.

A palestra é promovida pela Secretaria de Estado do Planejamento, em cooperação com o Iphan. Na ocasião, Célia Corsino irá discorrer sobre a temática Patrimônio Cultural e Território e relatar as estratégias adotadas no estado de Minas Gerais para a recuperação do Patrimônio Cultural Mineiro, por meio de projetos de recuperação de sítios geológicos  e da recuperação de linhas ferroviárias.

O evento acontecerá no dia 9 de novembro, entre 14:30 e 16:30 horas, no Auditório da EMATER. O auditório está  localizado na Rua Bandeira, nº 500, próximo ao Terminal do Cabral.

Convite seminário Lapa