10 mil peças que contam a história da ferrovia no Paraná



sinosAproximadamente 10 mil peças que marcaram a história ferroviária no Paraná foram localizadas no Edifício Teixeira Soares, antiga sede da extinta Rede Ferroviária Federal – RFFSA.

Inventariadas desde 2014, as peças ficaram ‘esquecidas’ por uma década em função da privatização da RFFSA e apresentam sinais de desgaste, como ferrugem e marcas de humidade.relógios

Com a extinção da rede, o Iphan assumiu o desafio de analisar o valor histórico-cultural desses itens, que marcaram a época. São sinos, uniformes, quepes, mesas, cadeiras, bancos, chapeleiras, bilheterias, relógios de parede, louças e placas automotivas.

O Centro de Referências da Memória Ferroviária do Paraná e de Santa Catarina, idealizado e projetado pelo Iphan-PR, se localizará na antiga sede da extinta RFFSA, na Rua João Negrão, Centro de Curitiba, e deverá ser inaugurado em aproximadamente 5 anos. Além de um espaço de exposição, o complexo terá um auditório para realização de eventos e será voltado para a pesquisa, pois parte do acervo documental e bibliográfico ficará disponível para interessados no tema.

bibliográficosAcompanhando o processo de listagem dos bens, a empresa contratada realizou a triagem, higienização e conservação do acervo. A Viés Cultural, de Santa Catarina, que conta com uma equipe de dois museólogos, uma restauradora e um historiador, está realizando também o ‘Projeto Museográfico” de exposição e de acondicionamento do acervo, que indicam a disposição da reserva técnica e a forma de montagem das exposições.

O Iphan deve destinar uma parte do acervo a outras cidades, que tenham interesse em criar espaços para preservar a história da ferrovia no Paraná. Por não ter capacidade operacional para administrar todos esses bens, o Iphan pretende formar parcerias com as prefeituras para transformar os bens cedidos em  bibliotecas, centros culturais, sede de secretarias, museus, centrais de informações turísticas, e outros mais. Quando há interesse, a gestão do imóvel é passada à prefeitura mediante um Termo de Compromisso com o Iphan.

Referência de texto: Gazeta do Povo online, dia 09/10/2015

Fotos do acervo do Iphan-PR

Anúncios

Sobre Iphan/PR

Há mais de 60 anos, o Iphan vem realizando um trabalho permanente de identificação, documentação, proteção e promoção do patrimônio cultural brasileiro. A 10ª Coordenação Regional, atual Superintendência Estadual do Iphan em Curitiba, surgiu a partir da evolução do Escritório Técnico do Paraná, criado em 1984 e subordinado até 1990 à 9ª CR.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s