Salvaguarda da Capoeira em Toledo

IMG_0518

No último fim de semana aconteceu em Toledo o Evento Capoeira Patrimônio Cultural Brasileiro e o 21º Encontro e Troca de Cordas de Toledo. As atividades iniciaram na sexta-feira, 09 de outubro de 2015, com uma reunião na Câmara Municipal de Toledo destinada ao legislativo municipal, onde estiveram presentes os representantes do executivo, com o objetivo de expor as ações da Salvaguarda da Capoeira no Paraná e ampliar a responsabilidade das ações aos municípios. No sábado, 10 de outubro, aconteceram oficinas de percussão e dança afro-brasileira e o Batizado do Grupo Capoeira Arte e Luta, coordenado pelo Mestre Carlinhos. No domingo pela manhã, 11 de outubro, aconteceu a última reunião desta gestão do Comitê Gestor da Salvaguarda da Capoeira no Paraná. No mesmo dia, à tarde, o Iphan-PR realizou uma palestra na Prefeitura Municipal de Toledo destinada a capoeiristas da região Oeste, com o objetivo de apresentar as atividades de salvaguarda no Paraná e informar sobre a realização do Ciclo de Encontros de Renovação do Comitê Gestor, que se iniciará na Região Oeste, no próximo dia 13 de novembro, em Foz do Iguaçu. No final de semana, no evento de Salvaguarda da Capoeira em Toledo, também aconteceu o evento “Vadiando entre Amigos, do Grupo Senzala.

Durante o período do evento esteve em exposição a mostra itinerante “A Salvaguarda da Capoeira no Paraná (2012-2015)”, no Teatro Municipal de Toledo, que estará em exposição no Teatro Municipal de Cascavel, de 12 a 17 de outubro de 2015,  e depois será exposta nas cidades de Foz do Iguaçu, Londrina, Maringá, Paranaguá e Curitiba; acompanhando os eventos apoiados pelo Iphan e o Ciclo de Renovação do Comitê Gestor da Capoeira no Paraná.

Na reunião do Comitê Gestor da Salvaguarda da Capoeira do Paraná foram definidas as normas das eleições para a formação do novo Comitê.

Normas para Renovação do Comitê Gestor da Capoeira no Paraná.

1 – O segundo Comitê Gestor da Salvaguarda da Capoeira no Paraná será composto por 11 membros e 11 suplentes, podendo ser candidatos e votantes capoeiristas graduados a partir de professor.

2 – As eleições serão realizadas em quatro etapas regionais, com a eleição de 2 componentes e 2 suplentes nas etapas do Oeste, Norte e Litoral. Na etapa de Curitiba e Região Metropolitana Estendida (Compreendendo a Região Centro-Sul do Paraná) serão eleitos 3 representantes, sendo um obrigatoriamente da RM.

3 – As eleições serão realizadas por meio de “chapas”, compostas por titulares e suplentes. Os suplentes deverão participar das reuniões em caso de ausência do titular e poderão tornar-se titulares em caso de desistência do titular. Em caso de presença de ambos nas reuniões, o suplente terá apenas direito a voz e não a voto.

4 – Cada grupo poderá candidatar apenas uma chapa por região. Poderá ser eleita apenas uma chapa de cada munícipio, salvo Curitiba, que poderá ter escolhidas no máximo duas chapas. Caso as chapas vencedoras sejam da mesma cidade, a segunda colocada será eliminada, dando lugar à terceira mais votada, e assim sucessivamente.

5 – As duas vagas não votadas no processo eleitoral serão preenchidas através de eleições realizadas internamente pelo novo Comitê Gestor, a fim de atender os critérios estabelecidos de representatividade de gênero, com pelo menos uma vaga destinada a mulheres, diversidade da capoeira (Angola, Regional, Contemporânea) e hierarquia (presença de professores, Contra-Mestres e Mestres).

5 – O papel do membro do Comitê Gestor da Salvaguarda da Capoeira é: 1) Representar a capoeira de sua Região, levando em consideração a diversidade de mestres e grupos; 2) Construir junto ao Iphan as diretrizes para salvaguarda da capoeira no Paraná; 3) Participar das reuniões do Comitê Gestor; 4) Justificar as ausências nas reuniões, aqueles que faltarem em duas reuniões consecutivas sem justificativa serão automaticamente desligados, sendo convocado seu suplente para assumir a cadeira titular; 5) Em caso de desistência do titular e do suplente será convocada a chapa colocada em terceiro lugar, caso sejam os membros votados pelo próprio comitê gestor serão feitas novas eleições internas.

As etapas acontecerão nas seguintes datas:

Etapa Oeste – Foz do Iguaçu: 13 de novembro, 8h30, Auditório da Fundação Cultural de Foz do Iguaçu.

Etapa Norte – Maringá: 20 de novembro, 8h30, Auditório da Câmara de Vereadores de Maringá.

Etapa Litoral – Paranaguá: 28 de novembro, 8h30, Auditório da Casa Cecy – Fundação Municipal de Cultura de Paranaguá.

Etapa Curitiba, Região Metropolitana Estendida (Região Centro-Sul) – Curitiba: 13 de dezembro, 8h30, em Curitiba.

Clique e veja a programação Ciclo de Encontros para Renovação do Comitê Gestor da Salvaguarda da Capoeira no Paraná (Etapa Regional)

fotos Geslline Giovana Braga

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Sobre Iphan/PR

Há mais de 60 anos, o Iphan vem realizando um trabalho permanente de identificação, documentação, proteção e promoção do patrimônio cultural brasileiro. A 10ª Coordenação Regional, atual Superintendência Estadual do Iphan em Curitiba, surgiu a partir da evolução do Escritório Técnico do Paraná, criado em 1984 e subordinado até 1990 à 9ª CR.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s