Museu do Tropeiro finaliza Projeto de Documentação Museológica

Reunião no Salão de Atos da Prefeitura Municipal de Castro

Reunião no Salão de Atos da Prefeitura Municipal de Castro

No dia 12 deste mês, foi concluído o Projeto de Documentação Museológica do Museu do Tropeiro de Castro.  A apresentação do relatório final do Termo de Compromisso firmado entre a Associação de Amigos do Museu do Tropeiro, o Iphan-PR e a Cargill aconteceu na Prefeitura Municipal. Participaram o Prefeito Reinaldo Cardoso; funcionários e estagiários do Museu do Tropeiro; o Procurador Geral do Município, Ronie Cardoso Filho; a Diretora Municipal de Cultura, Gisele Coradassi; a Presidente da Associação de Amigos do Museu do Tropeiro, Léa Maria Cardoso Villela; o Superintendente do Iphan-PR, José La Pastina Filho; a responsável pela gestão de patrimônio arqueológico do Iphan-PR, Alessandra Spitz;  o plant controller da Cargill, Bruno Cesar Gomide; e o superintendente de meio ambiente da Cargill, Thiago Molina.

O Museu do Tropeiro é o memorial do ‘Pouso de Tropeiros’ que originou a cidade de Castro. Esse museu foi fundado em 1976 pela saudosa professora Judith Carneiro de Mello, que idealizou, organizou e dirigiu o Museu até o fim da sua vida.

No  projeto de documentação museológica foi realizada a documentação de 2.494 peças do Museu do Tropeiro, que integram as exposições e a reserva técnica. O trabalho foi realizado por funcionários e estagiários que trabalham no Museu. Segundo a Coordenadora do Museu do Tropeiro, Amélia Podolan Flügel: “Ao fazer a catalogação de todas as peças, trabalho que durou um ano, aprendemos a fundo sobre o acervo do Museu do Tropeiro, as características das peças, utilidade, o contexto no qual eram utilizadas. Hoje, além da documentação de tudo isso, o nosso conhecimento sobre o material é muito maior e temos condições de fazer uma explanação muito mais rica e detalhada sobre as exposições aos visitantes do Museu”.

O ‘Projeto de Documentação Museológica do Museu do Tropeiro’ é uma iniciativa do Museu do Tropeiro para dar cumprimento à Lei Federal nº 11.904/2009. Assim, o Museu do Tropeiro enfatizou a regulamentação da legislação pertinente ao seu funcionamento, através da aprovação da Lei Municipal nº3075/2015 e também a sistematização da documentação museológica. Para tanto, firmou-se uma parceria entre o Iphan-PR, órgão supervisor do projeto; a Associação de Amigos do Museu do Tropeiro, gestora dos recursos financeiros; a Prefeitura Municipal de Castro, que forneceu os estagiários e servidores para execução do Projeto; e a empresa Cargill S/A, financiadora do projeto.

A maior parte do acervo do Museu se encontra exposta em dois locais distintos: na sede, que apresenta a exposição Tropeirismo, onde o foco é o cotidiano da lida tropeira e na exposição Casa de Sinhara, seccional do Museu, que expõe os objetos relativos ao ambiente doméstico do séc. XIX e até meados do XX. A historiadora e  funcionária do museu, Milena Santos Mayer, explica que o processo de decodificação e catalogação do acervo foi feito em todas as peças, com a descrição, medição e a busca da procedência de cada objeto. Após essa etapa, os dados foram inseridos em programa digital, para segurança e agilidade na consulta, atestado e comprovação pública da posse do acervo. Os bens foram inscritos no Livro Tombo do Iphan-PR e posteriormente o Decreto Municipal nº 618/2015 legitimou os bens culturais como Patrimônio Público Municipal.

O acervo arqueológico do Museu do Tropeiro recebeu atenção do arqueólogo e consultor Igor Chmyz na identificação dos itens em salvaguarda, além de estudo do contexto ambiental e humano e de origem das peças. A avaliação dos itens permitiu uma nova expografia do acervo, enriquecido pelo painel informativo com a história da ocupação humana no Paraná, enquanto a pesquisa para a reorganização do acervo arqueológico propiciou a aquisição de conhecimentos a serem repassados à sociedade em futuras ações educativas.

Visite o Museu do tropeiro!

Horário de visitação: 2ª a 6ª-feira das 08:00 às 17:00 h; fone: (42) 3906-2179; e-mail: museudotropeirocastro@hotmail.

Fonte: www.castro.pr.gov.br; http://museudotropeirocastro.blogspot.com.br/

Fotos do acervo do Iphan-PR

Anúncios

Sobre Iphan/PR

Há mais de 60 anos, o Iphan vem realizando um trabalho permanente de identificação, documentação, proteção e promoção do patrimônio cultural brasileiro. A 10ª Coordenação Regional, atual Superintendência Estadual do Iphan em Curitiba, surgiu a partir da evolução do Escritório Técnico do Paraná, criado em 1984 e subordinado até 1990 à 9ª CR.

Um pensamento sobre “Museu do Tropeiro finaliza Projeto de Documentação Museológica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s