25º Festival de Inverno de Antonina

IMG_2674
Os Roteiros Afetivos de Antonina ocorreram no no dia de ontem e foram  um sucesso.
A primeira atividade foi um percurso por lugares que fazem parte da memória afetiva dos professores de Antonina. O roteiro começou na Estação Ferroviária e na Igreja Bom Jesus do Saivá e contou com a participação de educadores do município, que narraram suas memórias de infância, acontecimentos e lendas da cidade em cada um dos locais visitados.O grupo caminhou até a Fonte da Laranjeira e depois seguiu para a Fonte da Carioca. No meio do caminho uma parada especial: a casa do Sr. Namar, farmacêutico aposentado, reconhecido pelos moradores como um personagem histórico, e muito querido por todos. Sr. Namar convidou o grupo para entrar e contou um pouco da sua história e da sua relação com a cidade.Em seguida, os participantes visitaram a Praia do Cabral, um tranquilo local de pescadores, de onde puderam avistar várias ilhas da Baía de Antonina.

No Mercado Público Municipal, a Sra. Denise contou a história de sua família nas “rodas de samba” em Antonina e dos blocos de carnaval. O Sr. Joaquim contou sobre o mercado, sobre as programações para o turismo na cidade e sobre os passeios de barco. Da Feiramar, o grupo passou pelo “Casarão”, como são conhecidas as ruínas do antigo Armazém Macedo.

Passando pelo Complexo das Indústrias Matarazzo, o grupo chegou à Ponta da Pita, de onde a vista alcança o Porto de Antonina e uma bela paisagem natural.

O passeio terminou na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, na Praça Coronel Macedo.

Esse roteiro será  repetido amanhã de manhã, dia 16 de julho, quinta-feira.

Participe! As inscrições serão feitas na Coordenação do Festival, no Salão Paroquial.

A segunda atividade, na parte da tarde, ocupou a Fonte da Carioca. Educadoras do município promoveram brincadeiras e convidaram a Prof.ª Sra. Isa Maria Vieira Azin, uma das guardiãs da memória da cidade, para compartilhar com os participantes um pouco das histórias da fonte, local por onde passou D. Pedro II, circenses e ciganos.

Confira as imagens das atividades:

Fotos de Elizete Cogo

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Sobre Iphan/PR

Há mais de 60 anos, o Iphan vem realizando um trabalho permanente de identificação, documentação, proteção e promoção do patrimônio cultural brasileiro. A 10ª Coordenação Regional, atual Superintendência Estadual do Iphan em Curitiba, surgiu a partir da evolução do Escritório Técnico do Paraná, criado em 1984 e subordinado até 1990 à 9ª CR.

2 pensamentos sobre “25º Festival de Inverno de Antonina

  1. Parabéns Lia pelo trabalho! Essas iniciativas vão enriquecendo a preservação do patrimônio cultural paranaense e aproximando a instituição dos seus detentores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s