Fundação Cultural de Curitiba convida para um “Papo de Classe”

A Fundação Cultural de Curitiba promove neste dia 05 de dezembro o “Papo de Classe” sobre patrimônio cultural, um encontro setorial entre a comunidade e os diretores da instituição.

Desta vez, o auditório do Teatro Londrina abre as portas para discutir temas relativos ao patrimônio cultural.
O encontro acontece hoje, das 19h às 22h, e terá a participação do presidente da FCC, Marcos Cordiolli, do Superintendente Igor Cordeiro e do Diretor de Patrimônio Cultural da FCC, Mauro Tietz.

Os primeiros encontros setoriais abertos foram realizadas nos meses de agosto e setembro e teve a participação de 434 artistas, produtores e gestores. As maiores participações aconteceram nas reuniões de música, que contou com a presença de 74 representantes, e a de teatro, com 61.  Foram discutidas questões específicas das áreas de música, teatro, literatura, dança, artes visuais, audiovisual, fotografia, circo e novas linguagens.

Os debates serviram para que a FCC levantasse as principais demandas da classe, ouvisse críticas e sugestões, com vistas às mudanças nas políticas públicas culturais da cidade. Ao mesmo tempo, possibilitou que a atual gestão da Fundação Cultural apresentasse os programas e avanços feitos nos primeiros meses de gestão.

Para Marcos Cordiolli o resultado foi positivo, pois estabeleceu o diálogo entre a FCC e os artistas. “Propusemos um pacto com todos os segmentos em benefício da cultura da cidade. A partir desse contato mais aproximado, temos condições de construir juntos uma política cultural que atenda os interesses dos artistas e da sociedade”, afirmou
Cordiolli.

Autor: Assessoria de Imprensa da FCC

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

 

Anúncios

Oficina: Conservação Preventiva de Coleções de Fotografias

Nos dias 28 e 29 de novembro de 2013, foi realizada a Oficina de Conservação Preventiva de Coleções de Fotografias, promovida pela Superintendência do Iphan no Paraná e ministrada por Marília Fernandes.

A oficina abordou a história da fotografia, técnicas e processos de criação de imagens a partir da luz, mostrando que a fotografia reúne uma série de processos distintos ao longo do tempo, os quais podem ser encontrados em nossos acervos. E por isso é tão importante reconhecer as diferenças para poder preservar da maneira mais adequada, dentro das limitações e possibilidades dos arquivos, das instituições e dos responsáveis pela guarda, conservação e difusão dos acervos.

Além das questões técnicas relativas aos tipos de suporte da fotografia e aos tipos de deterioração dos materiais, outros aspectos relativos à gestão de acervos fotográficos foram tratados durante o curso.

Os participantes realizaram exercícios práticos de manuseio e higienização de fotografias e conheceram algumas formas para guardar adequadamente os materiais.

Confira a galeria de imagens da Oficina de Conservação Preventiva de Coleções de Fotografias