Um dos pioneiros da Arqueologia paranaense e brasileira

A Superintendência do IPHAN no Paraná presta homenagem ao Prof. Oldemar Blasi, um dos pioneiros da Arqueologia paranaense e brasileira, que faleceu aos 93 anos.

Desde 1984, quando da instalação do Iphan no Paraná, foram desenvolvidos diversos projetos em parceria com o Museu Paranaense – à época dirigido pelo arqueólogo Miguel Gaissler.

Das pesquisas com a participação e assessoria técnica do professor Blasi, podemos destacar, por exemplo, o levantamento dos sambaquis do litoral paranaense, o inventário das Pinturas Rupestres do Arenito Furnas e o mapeamento das Cidades Espanholas e Reduções Jesuítas no Paraná. Portanto, um conjunto de trabalhos que constituem referência para as demais gerações de pesquisadores em nosso estado.

Não podemos deixar de mencionar outros profissionais que colaboraram com esses projetos e que compartilharam conosco da presença suave do professor Blasi, como os professores Paulo Henrique Schmidlin e João José Bigarella.

No ano de 2012, o Iphan/PR, o Ministério Público Federal e a COPEL assinaram um Termo de Ajustamento de Conduta que traz como uma das medidas compensatórias a publicação das primeiras pesquisas do Prof. Blasi e do prof. Igor Chmyz.

Outra feliz lembrança são os trabalhos de prospecção, escavação e análise de materiais realizados na Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres, na Ilha do Mel.

Selecionamos algumas fotos desses encontros e, assim, rendemos nossa singela homenagem a este grande pesquisador.

Oldemar Blasi   (*13/7/1920 †21/9/2013)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

IPHAN premiará trabalhos acadêmicos voltados à preservação arqueológica brasileira

O Centro Nacional de Arqueologia do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (CNA/IPHAN) lança o Prêmio Luiz de Castro Faria que premiará pesquisas acadêmicas relativas à preservação do patrimônio arqueológico brasileiro. De caráter nacional, os vencedores da primeira edição do Prêmio receberão para as categorias de Monografia de Graduação, Dissertação de Mestrado e Tese de Doutorado R$ 5 mil, R$ 10 mil e R$ 15 mil reais, respectivamente, observando os devidos descontos previstos em lei.

Os trabalhos deverão ser entregues no CNA ou enviados por Correio (por correspondência registrada com Aviso de Recebimento-AR) até às 18 horas do dia 11 de outubro de 2013. O carimbo de postagem do Correio será considerado como comprovante de remessa no prazo. A inscrição será efetivada mediante a apresentação do trabalho e a aceitação por parte do autor concorrente, das disposições que regulam o Concurso. A ficha de inscrição já está disponível no site do IPHAN (www.iphan.gov.br).

Os trabalhos vencedores poderão ser indicados, citados, descritos, transcritos ou utilizados pelo IPHAN, total ou parcialmente, em expedientes, publicações – internas ou externas – cartazes ou quaisquer outros meios de promoção e divulgação do patrimônio arqueológico, incluindo os devidos créditos. Os vencedores serão anunciados no dia 05 de dezembro de 2013.

Outras informações poderão ser obtidas junto ao CNA/IPHANpelo telefone (61) 20246300 ou pelo e-mail premio.cna@iphan.gov.br. O CNA/IPHAN fica na SEPS 713/913, Lote D, 3º Andar, Brasília -Distrito Federal – CEP: 70.390-135.

Confira o edital do Concurso no portal do Iphan: www.iphan.gov.br

fonte: ASCOM