IPHAN inicia a revalidação dos patrimônios culturais registrados

O Ofício de Paneleira de Goiabeira, no Espírito Santo, e a Arte Kusiwa – pintura corporal e arte gráfica Wajãpi, no Amapá serão reavaliados para subsidiar a revalidação dos seus títulos de Patrimônio Cultural do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Os bens foram os dois primeiros registrados pelo IPHAN que deve realizar, no máximo em dez anos, a revalidação do título. A ação integra a Política Nacional de Salvaguarda dos Bens Culturais Imateriais que identifica, reconhece e apoia a sustentabilidade do bem cultural Registrado.

O trabalho será realizado por duas comissões técnicas temporárias que irão analisar se o bem manteve ao longo do tempo as características que lhe garantiram o título. O grupo irá atualizar informações sobre a situação do bem cultural, que por sua própria natureza imaterial é dinâmico e se reinventa ao longo do tempo, como também indicar as providências necessárias a esta complementação de informações, propor o redimensionamento dos recortes do registro, como ainda acompanhar o processo administrativo de revalidação.

O resultado será encaminhado para apreciação do Consultivo do Patrimônio Cultural que se manifestará conclusivamente sobre o assunto. Caso a revalidação seja negada, será mantido apenas o registro, como referência cultural de seu tempo, conforme determina o Decreto 3551/2000.

Confira aqui a Resolução

fonte: ASCOM

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s