Oficina ensina sobre a importância da preservação de acervos cinematográficos

Nos dias 29 e 30 de novembro acontece, em Curitiba, a Oficina de Preservação Cinematográfica, organizada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Paraná, com o apoio do Curso de História – Memória e Imagem da UFPR e da Cinemateca de Curitiba. Ministrada por Maria Fernanda C. Coelho, a oficina tem como objetivos fornecer instrumentos conceituais e técnicos iniciais para as práticas de preservação e gestão de acervos cinematográficos e audiovisuais.

A partir do entendimento de que imagens em movimento e registros sonoros também são documentos e fontes importantes para o desenvolvimento de pesquisas em diversos campos do conhecimento, os organizadores esperam conscientizar os participantes para a importância da preservação de acervos cinematográficos e documentos audiovisuaise contribuir para a formação de agentes culturais quepossamatuar na área.

Horários:

29 de novembro – quinta-feira – 09h30 às 17h00 (com intervalo entre 12h30 e 14h00), na Reitoria da UFPR (Rua Dr. Faivre, 405, 4º andar, sala 405 – Ed. D. Pedro II)

30 de novembro – sexta-feira – 09h30 às 12h30, na Cinemateca de Curitiba (Rua Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco)

Mais informações: 3264-7971 – Educação Patrimonial

Ementa Resumida

Fundamentos da Preservação Audiovisual – com ênfase na conservação cinematográfica.

Partindo da premissa de que o Cinema é uma manifestação cultural e um documento/testemunho privilegiado das culturas ocidentais, desde o final do século XIX, o curso abordará os conceitos básicos da Preservação Audiovisual. Discorrendo sobre a constituição de acervos, os processos de documentar e conservar os suportes das obras cinematográficas – desde o filme até o vídeo digital – e da divulgação das obras, pretende oferecer ao aluno uma visão ampla das atividades de um arquivo cinematográfico. Com ênfase na conservação dos suportes audiovisuais, pretende despertar a consciência do jovem realizador para o fato de que suas produções, desde a mais modesta, também são documentos de registro da memória social, um documento de preservação da memória coletiva.

Currículo do ministrante:

Maria Fernanda C. Coelho

Com experiência de mais de 30 anos na preservação audiovisual, possui graduação em Cinema, Rádio e TV pela Fundação Armando Álvares Penteado – FAAP (1979), pós-graduação em Museologia pelo Instituto de Museologia da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo – FESP-SP (1988), mestre em Ciência da Comunicação pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo – ECA/USP com a dissertação “A experiência brasileira na conservação audiovisual: um estudo de caso”. Foi Coordenadora de Preservação na Cinemateca Brasileira/SAv/MinC de 2000 a 2008. Na área museológica especializou-se em conservação, atuando principalmente no seguinte tema: conservação do objeto, preservação e conservação audiovisual.

Anúncios

Sobre Iphan/PR

Há mais de 60 anos, o Iphan vem realizando um trabalho permanente de identificação, documentação, proteção e promoção do patrimônio cultural brasileiro. A 10ª Coordenação Regional, atual Superintendência Estadual do Iphan em Curitiba, surgiu a partir da evolução do Escritório Técnico do Paraná, criado em 1984 e subordinado até 1990 à 9ª CR.

Um pensamento sobre “Oficina ensina sobre a importância da preservação de acervos cinematográficos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s