Paranaguá recebe o Palacete Mathias Böhn totalmente restaurado

O centro de Paranaguá, cenário repleto de prédios históricos e ruas antigas, ainda revestidas de pedra como nos tempos da colônia, recuperou, em setembro de 2012, mais um de seus cartões postais: o Palacete Mathias Böhn. Localizado na Rua da Praia, o prédio foi construído no início do século XIX e faz parte do conjunto arquitetônico do Centro Histórico de Paranaguá, tombado pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) em dezembro de 2009.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A construção original, com características da arquitetura luso-brasileira, teve sua fachada reformada no início do século XX, quando foi adquirido pelo rico empresário alemão Mathias Böhn. O comerciante conferiu ao imóvel uma ornamentação característica do ecletismo arquitetônico, configuração mantida até hoje. Seus dois pavimentos eram destinados ao uso comercial (térreo) e residencial (andar superior), distribuição característica da época. Anteriormente, o prédio já havia sido sede da Prefeitura de Paranaguá, da Câmara Municipal e da Alfândega Portuária.

A obra, avaliada em cerca de um milhão de reais, faz parte do PAC das Cidades Históricas. Contemplou a revisão da cobertura e o reforço do piso do pavimento superior, que ameaçava desabar, além da execução de nova base para as paredes de estuque no segundo pavimento, que estavam apoiadas pontualmente, provocando diversas fissuras e rachaduras nas paredes. Houve também a recuperação dos serviços básicos de elétrica, hidráulica e ventilação.  Além disso, foram realizadas prospecções pictóricas para auxiliar na definição das cores das paredes, portas e janelas, que contaram com restauração minuciosa. Foi garantida também acessibilidade aos usuários com necessidades especiais, com elevador e rampa de acessibilidade.

Com a atual restauração, parte do imóvel da Secretaria de Turismo do Paraná será ocupada por um escritório compartilhado entre o Iphan, a Secretaria de Estado da Cultura do Paraná e a Prefeitura de Paranaguá. Além disso, também funcionará no prédio um espaço multiuso voltado à cultura, ao turismo e à arte. “Quando você restaura um bem como esse, você devolve valor não só àquele bem, mas a toda a região. Essa é uma forma de contribuir para o crescimento cultural e afetivo do município. Você requalifica a cidade para seus próprios moradores e contribui para a cidadania e o bem estar dessa população. E o turismo acaba sendo uma consequência natural disso tudo”, explica o superintendente do Iphan do Paraná, José La Pastina Filho.

Anúncios

Sobre Iphan/PR

Há mais de 60 anos, o Iphan vem realizando um trabalho permanente de identificação, documentação, proteção e promoção do patrimônio cultural brasileiro. A 10ª Coordenação Regional, atual Superintendência Estadual do Iphan em Curitiba, surgiu a partir da evolução do Escritório Técnico do Paraná, criado em 1984 e subordinado até 1990 à 9ª CR.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s